Sua saúde - Câncer de Próstata

O que é Câncer de Próstata?
Mais do que qualquer outro tipo, é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. O Câncer de Próstata é uma doença que provoca o crescimento anormal e incontrolado das células da próstata, é curável quando detectado no início. Caso contrário, pode se espalhar para outras partes do corpo (metástases), tornando-se incurável.

Quais os fatores de risco para o Câncer de Próstata?
Alguns fatores aumentam as chances de desenvolver o Câncer de Próstata, são eles:

Quais os sintomas do Câncer de Próstata?
Nas fases iniciais nada se sente, com o decorrer do tempo, podem surgir dificuldades para expelir a urina, jato urinário fraco ou aumento do número de micções. Estes sintomas são comuns nos casos de crescimento benigno, de modo que a presença deles não indica, necessariamente, a existência de câncer, mas exige no mínimo, uma avaliação médica.

Como o Câncer de Próstata é diagnosticado?
Todo o homem a partir dos 45 anos deve realizar o toque retal e dosagem do PSA, principalmente aqueles com histórico familiar de Câncer de Próstata e Câncer de Mama, independentemente de sintomas. Em caso de toque anormal e ou PSA elevado, o paciente deverá ser submetido a uma ecografia transretal com biópsia prostática. Os fragmentos obtidos serão levados ao exame anátomo-patológico. Uma vez confirmado o diagnóstico, o tumor deverá ser estagiado. Isto significa que exames deverão ser solicitados a fim de que se possa saber se o tumor está confinado à próstata ou se já invadiu órgãos adjacentes (bexiga, vesículas seminais, reto) ou se já enviou metástases. A cintilografia óssea é o exame mais útil nessa fase e nos dá informações quanto a metástases no esqueleto.

Qual tratamento para o Câncer de Próstata?
A progressão deste tipo de câncer é considerada lenta, portanto se diagnosticado no início, através de exames periódicos de PSA, há grandes chances de cura. Para os tumores localizados dentro da glândula, a prostatectomia radical e a radioterapia são as primeiras opções e consideradas curativas. Os tumores que avançam para fora da próstata, mas sem evidência de metástases, são geralmente tratados com radioterapia. Os tumores metastáticos são paliativamente controlados com hormônios femininos, orquiectomia, drogas anti-androgênicas ou análogos do LHRH. Baseado no grau de desenvolvimento do tumor e de sua classificação, é que se escolhe o melhor tipo de tratamento.





Todos os direitos reservados Bonelli © Análises Clínicas               Produzido por: